Propriedades e benefícios da Curcuma*

saiba-mais-curcuma

Curcuma, Açafrão-da-Índia, Açafrão-da-terra, turmérico ou gengibre amarelo (são vários os nomes pelo qual é conhecido) é um poderoso antioxidante e anti-inflamatório.

 O que é Curcuma?

É um rizoma ou caule subterrâneo de uma planta herbácea nativa da Ásia (principalmente da Índia e Indonésia) e é da família das zingiberáceas (Curcuma longa L.) tal como o gengibre e o cardomomo. Apesar de ser um caule, normalmente é chamado de raiz de curcuma. Pode ser encontrada fresca ou em pó, normalmente usada para temperar os alimentos. Ela pode ter várias cores, mas a mais comum é o amarelo ou laranja. Quanto mais forte a cor, mais sabor e propriedades nutricionais tem.

 Propriedades e benefícios

É rica num fitonutriente a curcumina que confere a cor amarela, o sabor picante e que fornece todos os seus benefícios terapêuticos. Segundo a Medicina Ayurvédica a cor amarela está ligada chakra do plexo solar (que simboliza o metabolismo e a digestão). Segundo a Medicina Chinesa tem a capacidade de fazer mover o Qi (energia) o que ajuda em casos de dores (abdominais e digestivas) que muitas vezes estão ligadas à estagnação.

  • Indicada para problemas digestivos e gastrointestinais como a azia, enfartamento, inchaço e flatulência
  • Beneficia o pâncreas a produzir enzimas digestivas
  • É um anti-inflamatório natural: pois tem a capacidade de reduzir os níveis de histamina
  • Rica em antioxidantes
  • Tem propriedades anti-bacterianas
  • E ajuda a fortalecer o sistema imunitário (por isso deve ser consumida em épocas frias como o inverno)
  • Entre outros..

 Não é recomendado o seu consumo:

  • Pessoas com cálculos biliares (pois estimula o fígado)
  • Pessoas com doenças de fígado
  • Mulheres grávidas ou em amamentação
  • Pessoas com distúrbios na coagulação do sangue (pois estimula a fluidificação do mesmo)

* Este artigo foi escrito pela Vânia Ribeiro, autora do Blog Made By Choices. Poderão consultar o artigo completo aqui

Créditos Fotografia: Vânia Ribeiro

Diferentes utilizações da Canela

Untitled design

A canela é uma especiaria extraída da casca interna da caneleira (Cinnamomum zeylanicum) nativa do Sri Lanka (antigo Ceilão) e da Índia.  Existem outras variedades de canela sendo a espécie Cinnamomum cassia nativa da China e do Japão, bastante próxima desta, com componentes e propriedades bastante semelhantes. A Cássia ou canela da China, como também é conhecida, apresenta uma cor mais escura e um sabor mais intenso.

A canela é utilizada na culinária, para fins medicinais e até na produção de cosméticos. Os seus componentes conferem-lhe propriedades anti-sépticas, anti-bacterianas, anti-fúngicas e anti-virais. Tem sido utilizada, tradicionalmente em constipações, gripes, dores musculares e problemas digestivos. Na Índia e na Europa, a canela usa-se tradicionalmente em problemas associados ao “frio” (por vezes em combinação com o gengibre) por estimular o aquecimento e a circulação sobretudo das extremidades.

Diferentes utilizações da Canela:

Saúde & Bem-Estar:

  • Para ajudar a melhorar a circulação sanguínea: polvilhe um pouco de gengibre e de canela sobre os seus alimentos ao pequeno-almoço ou experimente beber uma chávena de chá quente com canela logo pela manhã;
  • Para o cansaço: adicione uma colher de chá de mel com uma pitada de canela em pó a um copo com água; beba esta mistura durante a manhã e repita também a meio da tarde.
  • Para aliviar a garganta irritada: mergulhar um pau de canela em água a ferver e deixar em infusão durante cinco minutos. Retirar o pau de canela e deixar arrefecer. Beber lentamente uma chávena deste chá duas ou três vezes por dia;
  • Para acalmar as dores de estômago: 1 colher de chá de mel, 1/2 colher de chá de canela e 1/2 chávena de água. Beber lentamente antes das refeições; em casos de digestão difícil, experimente beber 2 – 3 vezes por dia, 1/4  de colher de chá de canela em água;
  • Para aliviar os músculos doridos das pernas: fazer uma massagem com a seguinte mistura: 1/2 chávena de azeite, 1 colher de sopa de canela e 1 colher de sopa de gengibre.
  • Para um hálito mais fresco, gargarejar com esta solução anti-séptica: uma chávena de água morna + 1 colher de chá de mel e um quarto de colher de chá de canela; experimente também lavar os dentes com um pouco de canela; para dores de dentes aplique directamente uma boa camada de canela no dente ou zona da gengiva dorida;

Em casa:

  • Para afastar as traças: encha pequenas bolsinhas com partes iguais paus de canela aos pedaços e grãos de pimenta e coloque-as no roupeiro;
  • Para perfumar a casa: pot-pourri de canela: misture quatro paus de canela partidos aos pedaços, com 1/4 de chávena de pimenta da Jamaica, várias folhas de louro cortadas, 1/4 de chávena de cascas de laranja ou de limão e algumas gotas de óleo essencial de canela. Misture bem e guarde num frasco hermético durante 2 semanas. Retire a tampa e usufrua do aroma.

Higiene Pessoal/ Cosmética:

  • Pó bronzeador (Receita de Emily Thacker): uma colher de sopa de amido de milho, duas colheres de chá de canela e meia colher de chá de cacau. Misture tudo num frasco pequeno de boca larga. Utilize uma esponja ou pincel de maquilhagem para o aplicar na pele. Para tons mais escuros, adicione um pouco mais de canela ou de cacau.
  • Sais de Banho de Canela
  • Sabonete de Canela & Laranja: base glicerinada melt & pour (8 ou 6 quadrados para 3 sabonetes, dependendo dos moldes utilizados), casca de laranja ralada, canela em pó, óleo essencial de laranja e canela (10 a 12 gotas); cortar a base em pedaços pequenos; derreter em banho-maria ou no microondas; adicionar a laranja e a canela em pó, mexer bem; adicionar os óleos essenciais, mexer e deitar nos moldes (esta receita foi retirada daqui)

Culinária:

Precauções e Advertências:

As preparações com canela devem ser evitadas em caso de úlceras gastroduodenais ou alergias e durante a gravidez.

A informação contida neste artigo destina-se a fins educacionais e não substitui, de forma alguma, aconselhamento com um profissional de saúde.

Bibliografia:

(1) Andrew Chevallier, enciclopédia de plantas medicinais

(2) Emily Thacker, o livro da canela

Créditos imagem:  mhiguera

Nozes Saponárias Bio

As nozes saponárias (Sapindus Mukurossi) são o fruto de uma árvore com o mesmo nome, cultivada principalmente na Índia e no Nepal de acordo com as normas da Agricultura Biológica. A casca das nozes saponárias contém saponina (propriedades bactericidas) que ao entrar em contacto com a água se dissolve e cuja acção é semelhante à do sabão. Estas nozes são uma alternativa eficaz e ecológica a detergentes convencionais e além disso são multi-usos pois podem ser utilizadas para lavar a roupa, a louça e até como champô e gel de banho. Não poluem a água nem o ambiente e são biodegradáveis (podem ser reutilizadas como fertilizantes nos vasos e canteiros)…

Read More »