Mini Workshop de Cosmética Natural e Bio

Este mês, no âmbito das comemorações do 5º aniversário da Feira de Produtos Biológicos de Braga, organizámos um Mini Workshop de Cosmética Natural & Bio.

Fazer os próprios cosméticos têm inúmeras vantagens: permite-nos utilizar matérias-primas naturais & biológicas cujas características e propriedades específicas foram preservadas, com maiores benefícios para a saúde da pele e do organismo; conseguimos saber exactamente o que estamos a colocar no nosso corpo, quer ao nível da quantidade quanto ao nível da qualidade de ingredientes; podemos personalizar o produto de acordo com o nosso tipo e condição de pele, ou o nosso aroma preferido, ou o aroma que melhor se adequa às nossas necessidades; ao fazermos os nossos próprios produtos com ingredientes bio estaremos também a proteger o ambiente e a poupar dinheiro.

Neste Workshop com a formadora Gisela Nunes^^ do projecto Feluz, aprendemos a fazer um desmaquilhante bifásico, uma pasta de dentes e um hidratante básico.

workshopcosmetica_circulobio

R E C E I T A S

Desmaquilhante bifásico

– 70ml de Hidrolato de rosas bio*

– 30ml de Óleo vegetal de amêndoas doces biológico

Procedimento: colocar num frasco com vaporizador;

Como utilizar: agitar sempre antes de utilizar. Retirar com discos de algodão e enxaguar com água.

Validade: 6/8M

* Nota: adequado para todos os tipo de pele; podem optar por alfazema- para a pele mista ou normal; camomila para a pele sensível ou seca, hamamélia- para a pele oleosa ou mista e centáurea para a pele reactiva, couperose, rosácea…

Hidratante Básico

– 3c sopa de Gel de Aloé Vera Biológico

– 1c sopa de óleo vegetal ex: abacate (aumentar a quantidade de óleo necessária)*

– 2 gotas de OE exemplo: limão, alfazema, árvore de chá…**

– 2 gotas de vitamina E (funciona como conservante natural)

Procedimento: colocar os ingredientes num recipiente e misturar tudo até formar uma pasta homogênea; conservar num boião.

Validade:3/6M

*Nota: Abacate– seca, rugas ou primeiras rugas, Jojoba– pele oleosa ou mista, Calêndula-pele reactiva, couperose/rosacea, Rosa mosqueta-pele madura

** Nota:  óleo essencial de limão– manchas; óleo essencial de alfazema – equilibra a oleosidade e acalma, óleo essencial de árvore de chá– anti bacteriano


ingredientesbio_circulobio

Dentífrico

– 6 colheres de sopa de Argila Branca (se for necessário colocar no moídor de café para ficar sem areias e super fina)

– 7 colheres de sopa de Óleo Vegetal de Coco Bio (aumentar até 2/3 c sopa se necessario)

– 6 gotas de Óleo Essencial de Hortelã Pimenta Bio 1 gota de Óleo Essencial de Árvore de Chá Bio 1 gota de Óleo Essencial de Limão Bio

Procedimento: Derreter em banho-maria o Óleo de Coco e adicionar à Argila Branca, misturar com uma colher até obter uma pasta espessa homogénea, sem grânulos e areias. No final adicionar os Óleos Essenciais e misturar novamente.  Guardar num recipiente de vidro bem fechado.

Como utilizar: Colocar uma pequena parte na escova de dentes e escovar os  dentes normalmente, bochechar no final.

Validade: 1 mês

—————— ~ ——————

Agradecemos a todos os participantes, ao Tin.bra e à formadora Gisela Nunes ❤

^^ Gisela Nunes, Feluz- espaço de terapias naturais; email: feluz.terapiasnaturais@gmail.com

Eczema: 5 dicas*^

“Se tem eczema ou pele com tendência a alergias não está sozinho. A Sociedade Nacional de Eczema estima que 1 em cada 5 crianças e 1 em cada 12 adultos sofrem de alguma forma de eczema. O objectivo deste artigo é oferecer algumas dicas para cuidar da pele com eczema, baseadas em anos de experiência, e mostrar como tirar o melhor partido dos produtos da marca Odylique.

^Limite de responsabilidade: nenhuma reivindicação médica está implícita ou prevista em relação aos produtos ou informações abaixo. Este artigo pretende ser um guia útil e contém sugestões baseadas em muitos anos de experiência pessoal, conhecimento e pesquisa. Neste momento a lei refere que a menos que um produto tenha uma licença médica, nenhuma reclamação pode ser feita quanto à sua eficácia para uma determinada condição médica. Qualquer tentativa de resolver um problema de saúde deve sempre ser feita com a ajuda de um técnico de saúde devidamente qualificado.

Passo 1 – Manter a pele limpa – especialmente importante para a pele com tendência a eczema

As bactérias em particular a Staphylococcus aureus, são um dos factores desencadeantes de eczema (são encontradas em mais de 90% da pele com eczema e em 5% da pele normal). Esta bactéria pode activar o sistema imunitário manifestando-se numa irritação da pele (o creme ultra rico biológico contém uma planta particularmente activa contra esse tipo de bactéria). É importante lavar as mãos frequentemente e manter as unhas curtas, bem como,  manter a pele limpa utilizando água fria ou morna (e não quente) e produtos de limpeza suaves, não irritantes (ver abaixo) e secar a pele suavemente.

As gorduras naturais da pele são menos abundantes na pele com eczema e dermatite. Tal facto pode dever-se a uma produção mais baixa do que o normal, no entanto, também poderá estar relacionado com o excesso de remoção de gordura através da utilização repetida de produtos de limpeza e sabões agressivos para a pele. Desta forma é fundamental evitar produtos de limpeza que sequem e irritem a pele.

Passo 2 – Aproveitar os benefícios das plantas para aliviar o prurido e promover a recuperação

Coçar a pele com prurido activa o sistema nervoso da área afectada levando à libertação de substâncias químicas que iniciam outras reacções imunes. Começa um ciclo vicioso. A resposta convencional para este problema são os cremes com esteróides que suprimem a resposta do sistema imunitário. Mas é possível acalmar o prurido e a inflamação com plantas como a morugem e a camomila. Esta opção é mais suave para o corpo e pode oferecer uma solução a longo prazo. De facto, o nível de concentração da camomila utilizado nas preparações dos produtos Odylique tem-se revelado pelo menos tão eficaz na redução da inflamação quanto a hidrocortisona mas sem os efeitos secundários. Outras plantas como a calêndula e o aloe vera revelaram boas capacidades regeneradoras da pele. O aloe vera promove o crescimento de um novo tecido e parece penetrar na segunda camada da pele, ajudando a erradicar células mortas o que rejuvenesce a pele e combate a infecção.

Passo 3 – Hidratar naturalmente a pele

Emolientes ou hidratantes são extremamente importantes para rehidratar a pele seca e irritada. Penetrando entre as células da pele, um bom emoliente ajuda a substituir a falta das gorduras produzidas pela própria pele, reduzindo a secura, a perda de hidratação e o acesso dos organismos que causam infecções.

Os emolientes comumente prescritos, incluem cremes aquosos baseados em activos do petróleo como a cera de parafina, o óleo mineral e a geleia de petróleo que tendem a tapar os poros da pele. Esta barreira de petróleo pode reduzir a perda de hidratação mas também impede a pele de respirar. Geralmente descrito como inerte, sem benefícios activos para a pele, o óleo de petróleo não fornece vitaminas A e E que são vitais para a sua manutenção e regeneração. Produtos como os da odylique à base de óleos virgens de plantas extraídos por primeira pressão a frio com todas as vitaminas promotoras de saúde são absorvidos prontamente pela pele fornecendo uma hidratação excelente e encorajando activamente o processo de recuperação. Como um bónus estas vitaminas protegem a pele do envelhecimento prematuro combatendo os radicais livres causados pela exposição aos elementos e pela poluição. A manteiga de karité, o azeite e o óleo de coco são particularmente eficazes.

Pouco e frequentemente é a chave para manter a pele sempre hidratada.

Passo 4 – Evitar potenciais irritantes

Optar por produtos livres de químicos tóxicos é altamente desejável para todos nós (uma vez que o efeito cumulativo a longo-prazo de “alimentar” a nossa pele com produtos artificiais pode ser um factor desencadeante de sensibilidade cutânea) e fundamental para quem sofre de eczema ou é susceptível a alergias. Apesar de esta não ser de todo uma lista exaustiva, as substâncias enumeradas abaixo aparecem associadas à sensibilidade cutânea:

  • Fragrância ou perfume: fragrância sintética – é reconhecida pelos dermatologistas como sendo a causa número um das reacções adversas.
  • Parabenos (butylparabeno, etylparabeno, metylparabeno e propylparabeno): estes conservantes sintéticos estão associados à sensibilidade cutânea e ao cancro. Muito utilizados na indústria alimentar e cosmética.
  • Methylisothiazolinone (MI): este conservante é cada vez mais utilizado em produtos cosméticos como alternativa aos parabenos . Está associado a um aumento da incidência de alergias;
  • Sodium lauryl sulphate (SLS): um detergente e desengordurante encontrado na maioria dos champôs e produtos para o banho. É agressivo para a pele (pode retirar os óleos naturais da mesma) e está associado a algumas doenças.

Passo 5 – Optar pela abordagem holística

Alimentação: é importante procurar potenciais factores desencadeantes de alergia na nossa alimentação. Manter um diário alimentar pode ajudar a identificar quais os alimentos ou bebidas que influenciam os sintomas.

Tentativas e erros – e muita paciência – podem ser bem recompensadas.

Os estudos mostram que um factor comum no eczema atópico é a falta de ácidos gordos especialmente do ácido gamalinolénico. O óleo de onagra poderá ser benéfico.

Vestuário: o algodão puro ou a seda são os melhores tecidos. Opte por roupas soltas e leves.

Escolha detergentes para lavar a roupa amigos do ambiente e evite amaciadores e fragâncias, em vez disso, experimente adicionar uma pequena quantidade de vinagre à gaveta do amaciador – ajuda a remover os últimos vestígios de detergente e deixa a roupa macia.

Sugestão de Produtos Odylique:

A loção reparadora foi elaborada pela Margaret após mais de 20 anos de experiência pessoal e pesquisa para encontrar a sinergia natural mais eficaz para a pele irritada, seca. Contém uma mistura de plantas biológicas suaves (morugem, camomila, calêndula, …) mas muito benéficas numa base de plantas ricas em vitaminas que acalmam suavizam e regeneram (aloe vera, azeite…). Embora o alívio possa ser imediato, lembre-se que a pele demora 28 dias a regenerar e reparar. Aplicar uma pequena quantidade suavemente na área afectada sem esfregar 2 vezes por dia.

O Creme Ultra Rico Biológico é uma mistura emoliente de óleos de plantas biológicas, manteiga de karité e cera de abelha para hidratar e proteger a pele muito seca ou problemática. Pode ser utilizado em bebés. Com uma textura muito rica, é rapidamente absorvido e não bloqueia os poros, permitindo que a pele respire. Aplicar pouca quantidade frequentemente. Pode ser utilizado sozinho ou após a loção reparadora para uma hidratação extra e protecção.

Gel de Banho de Aloe Vera: cremoso e suave, deixará a sua pele limpa, hidratada e super suave. Sem aroma. Também pode ser utilizado para limpeza facial.

O Champô Gentil de Ervas profundamente hidratante e equilibrante para todos os tipos de cabelo (já falamos sobre este champô aqui). Com óleo de coco biológico, aloe vera e plantas biodinâmicas para acalmar o couro cabeludo irritado.

Outras Dicas:

  • Aplicar uma pequena quantidade de creme ultra rico biológico antes de nadar numa piscina com cloro. Depois de tomar um duche, re-aplicar o creme ou aplicar a loção reparadora na pele seca e limpa.
  • Durante o tempo quente, mantenha os produtos no frigorífico uma vez que a aplicação de cremes e loções mais frescos oferece um maior alívio;
  • Massajar a pele com uma saqueta fria de chá de camomila ou adicionar camomila à água do banho. “

A marca Odylique venceu o prémio de “Melhor linha de Cosmética biológica” (Best Organic Range) nos Natural Health Magazine Awards 2016

* Este texto é uma tradução do artigo escrito pela equipa da marca Odylique/Essential care. Poderá consultar o artigo original aqui || The original article was written in english by Odylique team and can be found here

Projecto Biolove

BioLove é o nome de um projecto muito interessante, do qual somos parceiros, e que temos o prazer de partilhar convosco.  Este projecto promovido no âmbito da 13ª edição do Projecto Ciência na Escola da Fundação Ilídio Pinho foi desenvolvido por alunos dos 8º e 9º ano de escolaridade e do curso vocacional de “Marketing, Design Gráfico e Desenvolvimento Sustentável do Agrupamento de Escolas de Amares (que está de parabéns por esta excelente iniciativa). Entre os principais objectivos do projecto destacam-se os seguintes: reconhecer a intervenção do Homem na exploração dos recursos naturais, compreender a importância do desenvolvimento sustentável, desenvolver competências na área das ciências e tecnologia, desenvolver a capacidade empreendedora dos alunos. Dentro deste projecto, e ao longo deste ano lectivo, os alunos desenvolveram diversas actividades inspiradoras e enriquecedoras: aprenderam a criar uma marca e uma empresa virtual, a desenvolver um produto e a lançá-lo no mercado, a construir um site, a extrair óleos essenciais, a construir um canteiro de plantas aromáticas e medicinais e a perceber quais as diferentes aplicações das mesmas e a elaborar produtos de cosmética natural, bio e amigos do ambiente. Também foram desenvolvidas actividades intergeracionais: os alunos visitaram idosos residentes em lares e além de partilharem experiências, ofereceram os sabonetes e bálsamos da sua marca, a biolove ❤ ❤ ❤

Fotografias de algumas das actividades do projecto:

Elaboração de um sabonete bio de citrinos (receita adaptada daqui)

Untitled design (24)

Elaboração de uma pomada de calêndula (receita adaptada daqui)

Untitled design (22)

Créditos imagens: http://bioloveamares.weebly.com/

Agradecemos à Professora Sofia Lobato e à Professora Elisabete Silva, bem como, ao Agrupamento de Escolas de Amares por nos terem dado a oportunidade de participar neste projecto.