Gestos de Cuidado para a primavera. Ritual 3: Proteger

A chegada da estação das flores e dos dias quentes, com mais Sol, requerem alguns cuidados de proteção que nos ajudem a usufruir de todos os benefícios sem comprometer a saúde e o bem-estar. Proteger passa por assegurar que o nosso organismo está suficientemente forte e em condições de se adaptar às mudanças trazidas pela nova estação. Assim, procura incluir todos ou alguns destes cuidados no teu dia a dia.

Proteger o corpo

A chegada da primavera significa, para muitas pessoas, o(re)aparecimento ou agravamento das alergias. A alergia é uma resposta exagerada do sistema imunitário à presença de um agente estranho (como por exemplo o pólen), que faz com que o organismo reaja produzindo um composto inflamatório que provoca a congestão e a lacrimação.

Assim, proteger o corpo deve ser, também, um ritual de cuidado realizado de dentro para fora. Por isso, o primeiro passo deve ser fortalecer o organismo para minimizar o impacto que alguns destes sintomas podem ter no nosso dia a dia.

  • As infusões de equinácea podem ser uma boa ajuda para quem se debate com as alergias, já que os seus componentes permitem estimular e reforçar o sistema imunitário. Já as folhas de urtiga têm propriedades antialérgicas e ajudam a diminuir os sintomas das alergias. As flores de sabugueiro ajudam a reduzir a inflamação e têm um efeito descongestionante.
  • A limpeza das narinas com soluções de lavagem também pode ajudar a prevenir/reduzir os sintomas ou, então, opta por utilizar um spray nasal descongestionante à base de óleos essenciais.

Proteger a pele

A  proteção da pele deve ser um hábito diário durante todo o ano, mas que necessita de ser reforçado nas estações mais quentes, já que o bom tempo convida a mais atividades ao ar livre e, assim, a mais exposição aos raios solares, às picadas dos insetos,…

Deixamos-te algumas sugestões para aproveitares o ar livre ao máximo, sabendo que a tua pele está protegida.

  • O uso de um protetor solar, com protecção de largo espectro UVA & UVB, para uma exposição solar segura que não agrida a pele. Aproveitas, assim, os seus benefícios sem qualquer contrapartida.
  • Aumenta o consumo de vitamina C, um poderoso antioxidante, que combate a ação dos radicais livres formados pela radiação solar. Encontras grandes quantidades desta vitamina nos legumes e em frutas, principalmente laranja, frutos vermelhos, acerola, etc. Aumenta o seu consumo com smoothies, sumos e infusões.
  • Utiliza um óleo corporal repelente no corpo para evitar as picadas de insetos durante as atividades ao ar livre ou, então, podes fazer o teu próprio spray repelente natural para levares sempre contigo. Encontras uma receita aqui.
  • Certas plantas têm componentes repelentes, como por exemplo, a hortelã-pimenta, o alecrim, a citronela, a alfazema, o manjericão. Poderás encher recipientes com algumas destas ervas e colocá-los ao pé das janelas; outras sugestões: adicionar algumas gotas de óleo essencial de alfazema ou citronela a pedaços de algodão e espalhar pela casa ou pendurar raminhos destas ervas em diferentes locais da casa. A difusão de óleos essenciais repelentes também é uma boa opção.

 

Imagem de Josh Blanton, retirada de Unsplash

 

DIY| Faça em casa: Esfoliante facial

Ingredientes:

–  1 colher de chá de óleo de caroço de alperce

–  1 colher de chá de óleo de rícino

–  1 colher de chá de mel

–  4 colheres de chá de argila branca

–  1 colher de chá de flocos de aveia integral finos

–  hidrato de flor de laranjeira q.b.

 

Preparação:

Numa taça mistura o óleo de caroço de alperce, o óleo de rícino e o mel.

Adiciona a argila com uma colher não metálica (a argila perde propriedades quando em contacto com metais) e os flocos de aveia. Mistura tudo!

Para ajustar a consistência do esfoliante, se necessário, acrescenta umas gotas de hidrolato de flor de laranjeira.

Para utilizar começa por humedecer o rosto, coloca o esfoliante com os dedos e massaja com movimentos suaves. Remove com água tépida.

 

Autora da Receita: Marta Louro, professora de Yoga no CPYoga Braga

A Professora Marta costuma organizar workshops de cosmética natural. Se quiseres saber mais visita a página do CPYoga Braga ou contacta-a: louromarta@gmail.com TM: 966 20 20 50

Gestos de cuidado para a primavera. Ritual 2: Hidratar e Nutrir

Após libertarmos o nosso corpo e a nossa mente daquilo que já não precisamos, chega agora o momento de nos nutrirmos, por dentro e por fora.

Inclui todos ou alguns destes cuidados no teu dia a dia.

Nutrir o corpo

Nutrir a pele permite regenerar as células da epiderme e, assim, ter uma pele mais resistente aos fatores externos. Devemos dar preferência a cremes à base de óleos e manteigas naturais, que nutram a pele sem sobrecarregar o organismo com substâncias tóxicas.

  • As manteigas corporais com ingredientes biológicos nutrem a pele em profundidade. A manteiga de karité é conhecida pelas suas propriedades nutritivas e protetoras (clica aqui para saberes mais sobre ingrediente mágico). Podes também fazer o teu próprio cuidado corporal nutritivo, seguindo a receita que te propomos aqui.
  • Os óleos vegetais têm sido utilizados desde tempos imemoriais por favorecerem a saúde e a beleza, proporcionando mais conforto no quotidiano graças aos seus extratos lipídicos preciosos. Utiliza o óleo de amêndoas doces para hidratar a pele seca, o de jojoba para todos os tipos de pele e o de rosa mosqueta para pele envelhecida. Se quiseres saber mais sobre os óleos vegetais e suas utilizações, podes consultar outras informações aqui e aqui.

A hidratação é essencial em qualquer etapa de cuidado e a água é a bebida de eleição para assegurar a saúde, o bem-estar e a nutrição do nosso corpo, já que existem nutrientes que necessitam de água para que possam ser carregados e distribuídos pelo organismo. Devemos bebê-la no seu estado mais puro e natural, mas podemos torná-la ainda mais refrescante, nutritiva e apelativa, aromatizando-a com frutas, legumes e ervas aromáticas, ou então recorrer a infusões de ervas que complementem este ritual de cuidado. Para fazeres a tua água aromatizada, combina as tuas frutas, legumes e ervas aromáticas preferidas ou experimenta a receita hidratante e alcalinizante que te sugerimos:

  • Água aromatizada (receita de Miss Kale e Lemonaid)*: Ingredientes: 1 litro de água mineral / filtrada, 5-6 rodelas de pepino, ½ lima, cortada aos gomos. Preparação: na tua garrafa qwetch para águas aromatizadas e infusões, coloca o pepino, a lima, a hortelã e a água. Tapa a garrafa e agita bem.

Nutrir a alma

Nutrir passa também por dedicarmos alguns momentos a libertarmo-nos do excesso de estímulos, informação e solicitações que recebemos e acumulamos ao longo do dia.

 

Imagem:   Carolina Heza unsplash

* Miss Kale e Lemonaid: guia para uma primavera saudável e deliciosa

Gestos de cuidado para a primavera. Ritual 1: Purificar

A chegada da primavera traz a energia da renovação e é, por isso, uma boa altura para introduzir novos hábitos e rituais que nos ajudem, por um lado, a libertarmo-nos das toxinas acumuladas durante o inverno e, por outro, a prepararmos o nosso corpo para acolher os dias mais quentes que se avizinham.

Nos próximos dias, o Círculo Bio sugere 3 rituais de cuidado para esta estação.

Ritual 1 – Purificar

Durante a primavera, o nosso corpo liberta-se do que já não precisa. Trata-se de um processo natural que podemos ajudar com alguns gestos. Purificar constitui, por isso, o primeiro passo para nos libertarmos das toxinas acumuladas, quer sejam físicas, mentais ou emocionais.

Torna a natureza tua aliada e inclui no teu dia a dia, todas ou algumas destas sugestões:

Desintoxicação do Corpo

Inclui no teu dia-a-dia chás e bebidas que promovam a purificação e ajudem a eliminar toxinas:

  • Mistura de Plantas Purificante (Cleanse): esta infusão biológica  é uma mistura de plantas com propriedades purificadoras (urtiga, dente de leão, hortelã, entre outras).
  • Mistura de plantas desintoxicante (Feel New): infusão biológica  com plantas que desintoxicam e purificam o organismo (funcho, cardamomo, curcuma, entre outras).
  • Batido Verde (receita de Miss Kale e Lemonaid*) – Ingredientes (abacaxi descascado, 1/2 abacate descascado, 1 punhado de espinafres, 1 pedaço de aipo (do tamanho de um polegar) – opcional, 1 colher de sopa de sementes de cânhamo partidas/em pó, 1 colher de sopa de sementes de sésamo, 100-150 ml de água de côco ou água mineral. Preparação: Mistura todos os ingredientes no liquidificador, guardando algumas sementes de cânhamo para polvilhar por cima; Transfere o batido para um copo e bebe de imediato de modo a aproveitar as propriedades nutricionais de cada ingrediente.

Cuidados de pele: faz massagens com óleos essenciais, esfolia a pele semanalmente e experimenta a escovagem a seco

  • Massajar a pele com óleos essenciais ajuda o organismo durante a desintoxicação. Faz o teu próprio óleo detox usando óleos essenciais que auxiliem este processo, por exemplo, o óleo essencial de limãotoranjazimbrocipreste, tangerina. Como óleo base podes utilizar o óleo de amêndoa doces, o óleo de jojoba ou o óleo de onagra.
  • A esfoliação da pele contribui para eliminar toxinas e pode ser feita semanalmente. Opta por utilizar um esfoliante com ingredientes naturais e biológicos (que não são agressivos para a pele) ou faz o teu próprio esfoliante. Sugerimos-te duas receitas: esfoliante detox de gengibre (clica no link para acederes à receita) e esfoliante corporal de hortelã e toranja**: Ingredientes: 4 colheres de sopa de sal marinho, 1 colher de sopa de hortelã picada (opcional), 4 colheres de sopa de óleo de amêndoas doces, 5 gotas de óleo essencial de hortelã, 2 gotas de óleo essencial de toranja Preparação: Numa taça mistura o sal marinho, a hortelã e o óleo de amêndoa. Adiciona os óleos essenciais e mistura tudo. Transfere para um recipiente hermético e guarda num lugar fresco e seco. Para utilizares começa por humedecer o corpo, coloca o esfoliante com os dedos e massaja com movimentos suaves. Insiste nas áreas onde desejas melhorar a circulação sanguínea. Remove com água e à medida que o sal se dissolve, usufrui de um momento de relaxamento profundo. Validade 6 meses
  • A escovagem a seco estimula a circulação sanguínea e também ajuda a eliminar as toxinas acumuladas à superfície da pele. Antes do banho, escovar o corpo com uma escova de cerdas naturais em movimentos ascendentes, das extremidades para o centro, começando na parte frontal dos pés, subindo em direção às pernas, costas, abdómen e braços. Os movimentos ascendentes ajudam a mover o fluido linfático no corpo.

Desintoxicação da Mente

Experimenta as essências florais para te libertares daquilo que já não precisas, no teu corpo e na tua mente.

  • As essências florais ajudam-nos  a libertar as crenças negativas e a restabelecer a harmonia corpo-mente. A combinação de essências florais Purifying facilita a libertação, limpeza e desintoxicação do corpo e da mente. Age na libertação dos metais pesados, ajuda a remover as toxinas, estimula os canais de eliminação, como os intestinos, o sistema linfático, o fígado e os rins.

Usufrui das propriedades purificantes e relaxantes dos óleos essenciais através da sua difusão no ambiente.

  • A utilização de óleos essenciais num difusor ajuda-nos a purificar  e a  harmonizar o ambiente que nos rodeia, favorecendo o equilíbrio mental e emocional. A mistura para difusor Zen possui extractos aromáticos que favorecem um bom equilíbrio mental. A mistura Meditação com óleo essencial de nardo e de incenso, convida à meditação, crescimento pessoal e abertura mental em busca do equilíbrio.

 

Fontes

Imagem de Ales Me retirada do site Unsplash

** Neal´s yard remedies Beauty Book

* Miss Kale e Lemonaid: guia para uma primavera saudável e deliciosa

DIY | Faça em casa: Pasta de dentes natural

Ingredientes:

Preparação:

Fazer uma infusão de salva e tomilho, e deixar arrefecer.

Numa taça adicionar 10 colheres de sopa da infusão, juntar o sal, o bicarbonato de sódio e os óleos essenciais. Misturar tudo.

Adicionar à mistura líquida colheradas de argila branca, mexendo tudo até formar uma pasta com a consistência desejada.

Encher o tubo com a pasta e está pronta!

Autora da Receita: Marta Louro, professora de Yoga no CPYoga Braga

DIY | Faça em casa: Bálsamo Labial de Tangerina

Ingredientes:

Preparação:

Levar ao lume em banho-maria a cera de abelha, a manteiga de cacau e o óleo de coco, derretendo tudo. Deixar arrefecer um pouco e juntar a vitamina E líquida e o óleo essencial de tangerina.

Deitar a mistura no tubo e depois de solidificar, está pronto a usar!

Nota: não aplicar antes de uma exposição solar prolongada, uma vez que o óleo essencial de tangerina é fotossensibilizante; para exposição solar, escolha outro óleo essencial ou óleo essencial de tangerina obtido por destilação a vapor (em vez de prensado a frio)

Autora da Receita: Marta Louro, professora de Yoga no CPYoga Braga

 

“Lar Verde Lar”

Boa parte da degradação do nosso planeta está relacionada com os nossos hábitos de consumo. Tudo o que deitamos ao lixo fica em algum ponto do planeta e por vezes demora séculos para ser degradado pela natureza. Reduzir o desperdício é fundamental para ultrapassarmos a crise ambiental que vivemos. A mudança deve começar dentro das nossas próprias casas através das nossas acções e escolhas. Bea Johnson a fundadora do Movimento internacional “Zero Waste Home” no seu livro “Desperdício Zero: simplifique a sua vida reduzindo o desperdício”, partilha 5 passos fáceis para eliminar os desperdícios: recusar aquilo que não precisamos, reduzir aquilo que efectivamente precisamos, reutilizar aquilo que consumimos, reciclar o que não podemos recusar, reduzir ou reutilizar e compostar tudo o resto. Assim, há muitas coisas que podemos fazer para tornar a nossa casa mais ecológica e contribuir para um mundo mais sustentável. Deixamos-vos algumas dicas:

Cozinha & Despensa

– O momento das compras é perfeito para começarem a vossa prática ecológica: optem por produtos de agricultura biológica (cultivados sem recurso a químicos de síntese); visitem os mercados biológicos* onde podem comprar frutas e legumes sazonais, farinhas, etc. a granel, directamente do produtor e lembrem-se de levar os vossos sacos reutilizáveis (algumas opções aqui);

– Sempre que possível substituam o plástico por materiais ecológicos: usem copos de vidro em vez de copos descartáveis, mesmo no ambiente de trabalho (levem o vosso copo de casa e inspirem os vossos colegas a fazerem o mesmo); Se costumam levar o vosso almoço ou lanche de casa optem por embalá-lo em recipientes de vidro, marmitas em inox ou bolsas em algodão bio; os invólucros abeego também são perfeitos para embalar alimentos;

(créditos imagens: @abeego; @keepcup; @fluf; @ecobrotbox)

– Se a embalagem de plástico for inevitável procurem reutilizá-la, por exemplo, como material para as crianças brincarem – estimulem a consciência ambiental dos vossos filhos, dando uma nova vida a objectos que, de outra forma, seriam considerados lixo;

– Optem por produtos de limpeza ecológicos, com o menor impacto ambiental possível e/ou façam os vossos próprios produtos com ingredientes da vossa despensa (vinagre, sal, limão, bicarbonato…vejam algumas receitas aqui); optem por utensílios de limpeza reutilizáveis e biodegradáveis (panos laváveis, escovas em madeira com cerdas de fibras naturais, etc.);

– Deixem a loiça de molho antes de a lavar e aproveitem a água de lavar os legumes para regar as plantas;

– Evitem a utilização de película aderente, optem por soluções mais amigas do ambiente (e da saúde) como por exemplo os invólucros de cera de abelha; estes são reutilizáveis e feitos apenas com ingredientes naturais;

– Experimentem as nozes de saponária para lavar a roupa e o vinagre para amaciar e ajudar a fixar as cores;

(créditos imagem:@drbronners_australia; @abeego @anagoslowly; @lixozeroportugal)

Casa-de-banho

– Prefiram produtos de cosmética biológica (com ingredientes suaves para nós e para o ambiente) e/ou façam os vossos próprios produtos (encontram várias receitas aqui);

– Enquanto a água do banho aquece aproveitem para encher bacias que depois podem ser utilizadas para descargas do autoclismo ou para o jardim;

– Optem por escovas de dentes ecológicas (com o cabo em bambu ou amido de milho) e fechem a torneira da água enquanto estão a lavar os dentes;

– Mais uma vez optem por produtos de limpeza ecológicos e/ou façam os vossos próprios produtos;

– Para a higiene íntima feminina, experimentem o copo menstrual reutilizável;

(créditos imagens: @myboocompany; @realfoodagenda; @drbronners_australia; @lunetteportugal)

– Os discos reutilizáveis, as esponjas naturais (konjac ou luffa) ou as escovas de cerdas naturais são uma alternativa mais ecológica às esponjas sintéticas ou aos discos descartáveis;

– Aproveitem as sobras de tecidos ou reaproveitem roupa velha, para fazer lenços de pano para assoar o nariz, toalhetes reutilizáveis (saiba como aqui), panos laváveis para a limpeza…

– Bem-estar: reúnam ingredientes naturais no vosso “estojo” de remédios caseiros (óleos essenciaissaibam quais os 5 óleos essenciais indispensáveis para o kit naturalóleos vegetais, argila, sais de epsom … vejam estas receitas de pomadas caseiras para aliviar dores e para aliviar a tosse e constipações, ou procurem alternativas naturais na vossa despensa: por exemplo: sementes de funcho ou folhas de hortelã para ajudar a melhorar a digestão (mais sugestões aqui); o gengibre para as náuseas; o cravinho para a dor de dentes; a infusão de camomila para ajudar a relaxar, a infusão de tomilho para a tosse e constipação etc

Quartos

– Evitem fibras sintéticas. Prefiram lençóis e roupa de dormir em algodão biológico;

– Tenham uma planta que purifique o ar;

– No armário/guarda-roupa optem por saquinhos de alfazema e cravinho em vez de naftalina para proteger a roupa;

– Para espantar os mosquitos, difundam óleo essencial de citronela (ou outros óleos com propriedades repelentes – mais sugestões aqui);

Jardim & Quintal

– Não utilizem químicos de síntese; prefiram soluções naturais;

– Optem pela baixa manutenção: selecionem plantas que não necessitem de ser podadas com frequência, espalhem húmus ou folhas de árvores sobre o solo uma vez por ano, borrifem com vinagre as ervas daninhas…etc (1).

__________ . ___________

Mais dicas na página de facebook  Zero Waste Portugal – Lixo Zero  e no livro da Bea Johnson (ver bibliografia).

*Em Braga, no Mercado do Carandá, ocorre semanalmente, a Feira de Produtos Biológicos (sábados das 9h-12h30)

Bibliografia:

(1) Bea Johnson, 2016, desperdício zero: simplifique a sua vida reduzindo o desperdício em casa. Editorial Presença

(2) Luci Ayala, lar verde lar: comece a preservar a natureza dentro da sua própria casa. Revista Saúde, Dezembro de 1992

 

6 Dicas Saudáveis

Pequenas mudanças que podemos fazer para reduzir a nossa exposição a substâncias tóxicas (1):

1 –  Os pesticidas e adubos químicos de síntese utilizados na agricultura moderna podem ser muito prejudiciais ao cólon, ao sistema imunitário e ao fígado. Sempre que possível, comprem alimentos biológicos (2) e lavem os produtos não biológicos com vinagre de sidra e água ou com um líquido próprio para esse efeito. Descasquem os alimentos não biológicos e saibam quais os alimentos com mais e menos pesticidas;

2 – Reduzam a exposição a toxinas ambientais, escolhendo produtos de limpeza naturais e amigos do ambiente. Encontram mais sugestões no nosso artigo “dicas para melhorar a qualidade do ar interior

3 – Quando comprarem roupa, prefiram tecidos naturais;

4 – Escolham loções corporais e cosméticos o mais naturais possível, pois são absorvidos pela pele. Saibam mais sobre os perigos dos cosméticos aqui;

5 – Na cozinha, usem aço inoxidável. Evitem as panelas de alumínio;

6 – Adaptem a alimentação às diferentes estações do ano e ao clima e usem produtos locais.  No blog Miss Kale encontram alguns artigos (e receitas) sobre quais os alimentos que devemos privilegiar nas diferentes estações do ano (por exemplo: o estilo de vida que deves ter no Outono de modo a estares forte e saudável,  porque deves mudar a tua alimentação no Inverno)

Créditos/Notas:

(1) Jennifer Harper. Desintoxicação do corpo, da mente e do espírito.

(2) Visitem a feira de produtos biológicos de Braga todos os sábados das 9h às 12h30 no Mercado do Carandá.

Créditos imagem: Jazmin Quaynor, Unsplash

5 óleos essenciais indispensáveis

Árvore-do-chá (Malaleuca alternifolia)

O óleo essencial de árvore do chá também conhecido por tea-tree, tem uma vasta gama de aplicações uma vez que é “activo no combate às três categorias de organismos infecciosos: bactérias, fungos e vírus” (Davis). Assim este O.E. é útil numa série de infecções fúngicas e virais (pé-de-atleta, aftas, micoses, herpes, etc): 1 a 4 gotas em massagem sobre a pele (dependendo da área).

Para evitar o mau odor nos pés, juntar algumas gotas deste O.E. a amido de milho ou bicarbonato de sódio e polvilhar as palminhas dos sapatos.

Alfazema (Lavandula Angustifolia)

Considerado como o óleo essencial mais versátil, o O.E. de alfazema pode ser útil em caso de picadas de insecto, queimaduras, stress, pequenas feridas (ajuda a cicatrizar),etc. A sua acção é suave pelo que costuma ser bem tolerado por pessoas de todas as idades.

Para as indicações nervosas (stress, agitação, ansiedade)  aplicar 3 gotas na planta do pé, na face interna dos pulsos ou no plexo solar; 2 gotas no colarinho do pijama, na fronha da almofada ou em difusão favorecerão um adormecer rápido e um sono reparador; para aliviar picadas de insecto aplicar uma gota de alfazema;

Hortelã-pimenta (Mentha piperita)

A hortelã-pimenta é útil para problemas do sistema digestivo (indigestão, flatulência, mau hálito), para dores de cabeça e para ajudar a combater a fadiga.

Para aliviar a sensação de cabeça pesada – aplicar 2 gotas deste O.E. sobre as têmporas ou na região dolorosa (evitar o contacto com os olhos ou aplicações próximas das regiões oculares). Para combater a fadiga, colocar uma gota de O.E. na face interna dos pulsos e inalar. Para problemas digestivos: 5 gotas deste O.E. diluídas em 5 gotas de óleo de caroço de alperce em massagem no ventre (Baudoux). Contra o enjoo das viagens: aplicar uma gota de O.E. sobre as têmporas antes da viagem.

Perpétua ou Helicriso (Helichrysum italicum)

É o produto natural com a acção anti-hematoma mais poderosa. Indispensável no estojo familiar de primeiros socorros. Também é útil para contusões e distensões musculares.

Hematomas e contusões – 4 gotas de O.E. de perpétua/helicriso + 4 gotas de O.E. alfazema diluídas em 10 gotas de óleo vegetal de Hipericão (Jean-Pierre Willem);

S.O.S pós-barba – para acalmar a irritação, a vermelhidão e os pequenos cortes: 3 ml de alfazema latifólia + 0.5 ml de O.E. de Perpétua ou helicriso + 6,5 ml de óleo de caroço de alperce. Aplicar algumas gotas desta mistura na área afectada (Baudoux).

Ravintsara (Cinnamomum camphora)

Mais um óleo essencial para incluir na sua “farmácia caseira”. Útil em caso de constipações, gripes, febre, imunidade débil, períodos de convalescença, fadiga ou astenia… Anti-viral e estimulante imunitário com acção expectorante e neurotónico (poderoso energizante).

Afecções virais de todo o tipo – 5 gotas deste O.E. em massagem de ambos os lados da coluna vertebral ou sobre o tórax, consoante a afecção; durante as epidemias gripais de inverno, em difusão atmosférica 3 vezes por dia durante 15 minutos: 3 gotas de O.E. de Ravintsara + 4 gotas de 0.E. de limão + 3 gotas de O.E. de Eucalipto.

Precauções:

  • Se estiver grávida ou a amamentar, consulte o seu médico antes de utilizar óleos essenciais (e por precaução não utilize óleos essenciais durante os primeiros 3 meses de gravidez). O mesmo se aplica se tiver algum problema de saúde (epilepsia, hipertensão arterial, etc.) ou tomar alguma medicação.
  • Nunca deixar os frascos ao alcance das crianças
  • As pessoas com tendências alérgicas, deverão tomar a precaução preliminar de fazer um teste alérgico aos óleos essenciais que vão usar;
  • Não aplicar óleos essenciais em estado puro na pele sensível;
  • Evitar o contacto com os olhos e mucosas.

Aviso: o conteúdo, a informação e as sugestões contidas neste artigo não podem ser entendidas como prescritivas. Qualquer tentativa de resolver um problema de saúde deve sempre ser feita com o auxílio de um técnico de saúde devidamente qualificado.

Bibliografia:

Dominique Baudoux, L’huile essentielle à tous les étages, Soliflor.

Jean-Pierre Willem, Les Huiles Essentielles médicine d’avenir, Éditions du Dauphin.

Patricia Davis, Aromaterapia, 1996, Edições Martins Fontes.

Créditos imagens:

Jeshoots – imagem 1; Nomao saeki- imagem 2; Averie woodard – imagem 3; Lara cores – imagem 4; Nathan Wolfe – imagem 5

Abeego: uma solução prática e sustentável para embrulhar e preservar alimentos

Abeego é um invólucro reutilizável feito de cânhamo e algodão embebido em cera de abelha óleo de jojoba e resina, que protege os alimentos deixando-os respirar e mantendo-os frescos. É uma alternativa ecológica à película aderente, aos sacos de plástico com fecho e às folhas de alumínio permitindo embrulhar e preservar os alimentos. É maleável e ligeiramente aderente pelo que pode ser facilmente ajustado aos recipientes ou dobrado.

Pode ser utilizado para:

  • Cobrir recipientes com alimentos ou proteger restos de comida no frigorífico;

  • Para embrulhar sandes ou lanches, mantendo a sua frescura;

  • Preservar os alimentos cortados

  • Para conservar o pão

  • e até pode ser moldado como um saco para guardar os seus legumes:

Para mais informações sobre as diferentes formas de utilização, visite o canal youtube da marca

Como cuidar do seu Abeego:

Lave o seu invólucro abeego com água fria como se fosse um prato (ou passe um pano húmido). Se necessitar, poderá utilizar um sabonete natural e ecológico como por exemplo o sabonete da Dr. Bronner. Deixar secar ao ar.

Quando não precisar de utilizar o seu abeego, enrole-o e arrume-o num local fresco ao abrigo do calor. Também poderá mantê-lo liso, arrumando-o entre duas tábuas de corte.

O abeego pode durar até um ano com os cuidados adequados. No final da sua vida útil pode ser compostado.

Como tudo começou:

Toni Desrosiers, uma nutricionista preocupada com questões ambientais e de saúde, criou os abeego em 2008 no Canadá. Naquela altura os meios de comunicação social tinham começado a divulgar os perigos do BPA e, no seu local de trabalho, muitas mães começaram a perguntar-lhe como poderiam embrulhar os lanches dos filhos sem recorrerem ao plástico. Toni começou por fazer uma pesquisa sobre como eram conservados os alimentos antes de existirem invólucros de plástico e descobriu duas características comuns: todas as soluções eram naturais e respiráveis. Depois de um longo processo de tentativas e erros criou finalmente os abeego, utilizando apenas materiais naturais cujas propriedades ajudam a preservar os alimentos.

Vantagens:

  • A cera de abelha tem propriedades anti-bacterianas, ajudando a conservar os alimentos e reduzindo desperdícios
  • É natural e respirável agindo de forma semelhante à casca dos alimentos, mantendo-os frescos
  • É biodegradável e compostável
  • É lavável e reutilizável

Outras informações:

  • O abeego não deve ser utilizado para embrulhar directamente ananás ou carne crua;
  • É adequado para cobrir recipientes com alimentos fermentados (yogurte, kéfir, etc);
  • Pode ser utilizado para conservar alimentos no congelador durante um curto período de tempo (não mais de um mês);
  • Todos os materiais utilizados são naturais e os alimentos muito pigmentados poderão manchar o seu abeego;
  • Em contacto com o calor a cera de abelha derrete pelo que não deve utilizar o abeego no forno, microondas…este também não deve ser lavado em água quente ou colocado na máquina de lavar loiça; deixe os alimentos arrefecerem antes de os cobrir com o abeego
  • Recomendamos que não corte o seu abeego (a menos que considere estritamente necessário). O abeego é mais funcional no seu tamanho original. É a sua antiga relação com o plástico que o faz pensar que precisa de cortar o seu abeego para que este tenha o tamanho exacto do recipiente/alimento. Lembre-se que terá o seu abeego por um longo período de tempo e mantendo-o no seu tamanho original permitir-lhe-à criar várias formas e utilizá-lo repetidamente. Caso decida cortar o seu abeego utilize uma tesoura muito afiada para obter um corte limpo.

Créditos imagens: Abeego